É importante ter presença na internet, por menor que seja a empresa, diz Steven Aldrich é diretor executivo de produto da GoDaddy.

Postado em Marketing Digital

presenca-na-internet

Hoje, mais do nunca, precisamos estar atentos e desenvolver estratégias efetivas tanto para grandes quanto para pequenas empresas.

Sabemos que as pequenas empresas sempre atraíram consumidores de duas formas: por meio do boca a boca e fazendo um ótimo trabalho. Isso não mudou. O que mudou é o meio, já que hoje o boca a boca é feito online, com comentários em sites e em redes sociais. Por isso é importante ter presença na internet, por menor que seja a empresa.

O que fazer para chamar a atenção das pessoas na imensidão da internet?

De acordo com Steven Aldrich, muitos empreendedores ainda usam a experiência pes­soal para definir a cara que seus negócios terão online. Isso não costuma dar certo. O propósito é totalmente diferente. É preciso ter uma estratégia.

O que costuma dar certo?

As empresas bem-sucedidas são as que procuram se tornar conhecidas, por exemplo, com a produção de conteúdo para seus sites ou redes sociais. Essa é a maneira mais eficaz de atrair a atenção das pessoas, diz Steven.

Depois que potenciais clientes conhecem a empresa, o desafio é fazer com que voltem a ter contato. Para isso é importante que a empresa use o e-mail e suas páginas nas redes sociais para se comunicar com essas pessoas.

A internet incentivou a criação de negócios?

Diria que não foi apenas a internet, mas a tecnologia da informação como um todo. Quem decide empreender hoje tem à disposição uma infinidade de softwares que não existiam há pouco tempo. São ferramentas que podem ser usadas por um preço muito acessível.

Isso vale para empreendedores do mundo todo ou apenas para os americanos?

Steven acredita que é uma mensagem universal. No caso de Brasil e Estados Unidos, existem mais semelhanças do que diferenças nesse aspecto. Mas há uma diferença interessante.

No Brasil, os empreendedores têm mais consciência da importância de estar online. Dos negócios que nunca tiveram presença na web, 71% querem entrar. Nos Estados Unidos, o percentual é de apenas 41%. Os brasileiros estão à frente.

Fonte: Revista Exame.

Deixe um comentário