Como preparar a TI para a Black Friday

Postado em Notícias

black-friday

Confira os benefícios de uso de servidor em Nuvem para evitar queda e indisponibilidade de site durante a grande demanda da Black Friday.

A  Black Friday é uma das datas mais importantes no calendário do varejo online. É essencial preparar com antecedência a infraestrutura de Tecnologia da Informação (TI) de seu e-commerce (comércio eletrônico) para causar boa experiência de compra ao consumidor e aproveitar as oportunidades de negócios que o evento está prometendo para este ano. Uma medida inteligente para evitar instabilidade e queda do site é optar por servidores em Cloud Computing (Computação em Nuvem).

O modelo de TI em Nuvem possibilita que sua loja virtual contrate capacidade de processamento sob demanda em momentos de grandes picos de vendas da Black Friday. Com essa vantagem, seu e-commerce pode aproveitar a elasticidade da Cloud para receber um grande fluxo de clientes ávidos por promoções, sem que o ambiente de TI entre em pane.

black-friday-promocao

Em sua sexta edição no Brasil, a Black Friday acontece sempre na última sexta-feira de novembro, que este ano cai no dia 25. O evento, criado pelos varejistas online dos Estados Unidos, é uma campanha de vendas que oferece produtos de todas as categorias ao consumidor com descontos de até 80%.

Com características um pouco diferente da versão norte-americana,a Black Friday brasileira se estende também para varejo físico. A data é uma oportunidade para o varejista vender mercadorias em estoque e se preparar para a renovação de ofertas para o Natal.

No ano passado, somente as lojas virtuais movimentaram R$ 1,6 bilhão, com aumento de 15% na comparação com 2014, segundo o relatório Webshoppers realizado pela consultoria e-bit. Para se ter ideia, esse montante foi o mesmo gerado durante o Dia das Mães, uma das datas importantes para o comércio eletrônico brasileiro. Para a Black Friday 2016, a e-bit prevê um aumento dos negócios da ordem de 12% sobre a receita do ano passado.

Por ser um negócio promissor, os sites de e-commerce não podem correr o risco de queda de sistema ou lentidão de acesso durante as 24 horas em que a campanha de desconto fica no ar. Os consumidores não toleram esse tipo de falha, principalmente os que acessam as lojas online pelos dispositivos móveis.

ecommerce-black-friday

Varejo online com elasticidade da Nuvem

Para que seu e-commerce se beneficie do modelo de consumo de TI sob demanda durante a Black Friday, comece já migração para Nuvem. Não espere a data chegar para contratar servidor em Cloud Computing. Embora a ativação seja rápida, é importante antecipar o projeto para realização de testes com tranquilidade.

Veja a seguir as vantagens da contratação de servidor em Cloud para entrada na Black Friday com mais segurança:

Alta disponibilidade:

Uma das falhas que mais frustram os consumidores é e-commerce indisponível ou lento, o que dificulta a conclusão das transações de compra.

Estudos durante a Black Friday no Brasil revelam que o tempo esperado pelos usuários de smartphones para que o site do varejista carregue é de apenas 5 segundos. Já no caso de sites que não abrem, cerca de 70% estão dispostos a tentar apenas duas vezes para acessar à página. A Nuvem elimina esse problema porque o varejista virtual pode contratar capacidade de processamento de acordo com o volume das vendas online, podendo aumentar ou diminuir o espaço em servidor.

Redução do investimento inicial:

O lojista virtual não precisa fazer investimento inicial em recursos físicos de TI para atender a demanda da Black Friday. É o provedor de Nuvem que se encarrega de oferecer toda a infraestrutura necessária com atualizações tecnológicas e suporte técnico para o processamento do site. Ao se livrar da preocupação com seu ambiente de TI, seu time pode ficar mais focado com as estratégias para incrementar as vendas.

Economia e flexibilidade:

Como as soluções em Nuvem são na modalidade de serviço, o varejista online paga apenas pelas horas utilizadas, sem período mínimo de contratação. É uma situação diferente da TI tradicional, que funciona nas empresas que compram máquinas que ficam ociosas, pois são usadas apenas em períodos sazonais dos negócios.

Entrega rápida:

A liberação de servidores em Cloud é rápida para que o lojista virtual possa fazer as configurações em pouco tempo e começar a operar logo o seu negócio em Nuvem.

Deixe um comentário